quarta-feira, 18 de maio de 2022
21.9 C
Vitória

Marcha dos conservadores de direita acontece neste domingo e deve fechar a Terceira Ponte

Vários movimentos conservadores de direita estão organizando uma marcha pela liberdade de expressão, pelo impeachment do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, e  pela liberdade do deputado Daniel Silveira, condenado a 8 anos e 9 meses de cadeia por ofensa ao STF.

O evento está marcado para o próximo domingo, dia 1º de maio, data na qual celebra-se o Dia do Trabalhador. A concentração acontece ao meio-dia do domingo, no Posto Moby Dick, em Vila Velha. De lá, os manifestantes cruzam a Terceira Ponte e encerram a caminhada na Praça do Papa, em Vitória, por volta das 18 horas.

De acordo com o organizador do evento, Fabiano Oliveira, oito entidades de direita e com valores conservadores devem participar do evento, que pretende reunir famílias que apoiam o presidente Jair Bolsonaro no Estado.

“Não é uma manifestação contra o ministro, e sim contra as arbitrariedades cometidas pelo STF, que julga, dá a sentença e manda prender. Isso não é democracia. É uma forma de intimidar quem pensa diferente. Nós, conservadores, não admitimos isso e vamos às ruas”, afirma.

Ainda de acordo com Fabiano Oliveira, foi enviado à Polícia Militar um oficio pedindo a interdição da Terceira Ponte e o devido acompanhamento da marcha por policias de trânsito e pelas guardas municipais de Vitória e Vila Velha.

Sindicatos e associações com posicionamento à esquerda, que tradicionalmente utilizam o 1º de maio como dia de luta e manifestações nas ruas, não retornaram o contato sobre a realização de eventos no próximo domingo.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -