quarta-feira, 18 de maio de 2022
21.9 C
Vitória

Escolas de samba do Grupo Especial fecham o Carnaval de Vitória 2022 com chave de ouro

Milhares de foliões foram contagiados pelas cores, criatividade e alegria das sete escolas de samba do Grupo Especial na noite deste sábado (9) e madrugada de domingo (10). Com enredos contando importantes histórias, as agremiações que disputam o título de campeã do Carnaval de Vitória 2022 levaram muita energia para o Sambão do Povo e fecharam o último dia de desfiles com chave de ouro.
 
Após uma espera de dois anos por conta das incertezas trazidas pela pandemia da Covid-19, foi emocionante ver as arquibancadas e camarotes do Sambão do Povo lotados novamente. Certamente esse momento será lembrado por muitos e muitos anos.
 

A primeira escola a desfilar foi a Unidos de Jucutuquara e a Andaraí encerrou a passagem das agremiações pelo Sambão do Povo.

Veja como foi a passagem de cada escola na avenida:

Jucutuquara

Jucutuquara

A primeira escola a entrar na avenida do Sambão do Povo, neste sábado (09), foi a Unidos de Jucutuquara. Nas cores verde, vermelho e branco, a escola abriu o último dia dos desfiles resgatando a memória afetiva do público presente, contando a história e o cotidiano de um dos bairros mais antigos de Vitória com elementos representando a construção da “Nação Jucutuquara”.

A emoção e alegria estavam presentes nos olhos marejados e sorrisos largos dos componentes da agremiação. Igor Sorriso, intérprete do samba-enredo da escola, falou sobre a satisfação de cantar o samba que comemora os 50 anos da Jucutuquara. “Uma honra e uma importância muito grande ser escolhido para representar o jubileu de ouro da Jucutuquara, esse momento tão marcante, a escola tão linda e tão vibrante, após uma pandemia que acabou com a esperança de muita gente, que levou tantas vidas, muita gente poderia tá aqui hoje e não está com a gente. Então, eu tô muito feliz de representar e ser o porta – voz dessa nação hoje. A gente vai fazer um grande desfile, pode ter certeza disso”, afirmou.

Imperatriz do Forte

Imperatriz do Forte

A Imperatriz do Forte esperou o sinal verde e desfilou com muito glamour na avenida oficial do Carnaval de Vitória. A segunda escola do Grupo Especial a entrar no Sambão do Povo, trouxe o enredo “Em busca do 10” com 1.200 componentes divididos em 15 alas, três carros alegóricos e um tripé. 

A agremiação mostrou a importância dos números para a humanidade: desde as origens até o sonho do desejado 10 para a conquista do título de campeã do Carnaval de Vitória 2022. 

O presidente da verde e rosa do Forte São João, Arthur Kadratz, explicou que a inspiração para o samba-enredo deste ano foi uma crítica ao último resultado da escola. “Em busca do 10 além de uma crítica é também uma maneira de contarmos a história dos números e conquistar o título, dessa vez”, relata Kadratz. 

 
Novo Império
 
NOVO IMPÉRIO

Terceira escola a desfilar na madrugada deste domingo (10), a Novo Império fez o público todo vibrar trazendo o enredo “Santo Antônio, Olhai Por Nós”. A escola fez uma apresentação empolgante e levantou os foliões.

Sob o comando do carnavalesco Paulo Balbino, em seu primeiro ano na agremiação, os limites superados para esse desfile foram grandes. “Sempre bom renovar, eu gosto de novidade, gosto de desafio, eu só não esperava que fosse tão grande. A pandemia trouxe uma expectativa muito grande, a gente teve medo do desfile não acontecer, medo das escolas não entrarem na avenida, medo do Sambão ficar vazio. Então foram muitas dúvidas, mas acho que nosso enredo é muito oportuno. A gente vem falando exatamente desse momento de pandemia, desse momento de fé, e só através da fé a gente consegue passar por todas as barreiras. E Santo Antônio tá aí pra abençoar não só a Novo Império, mas a todo carnaval brasileiro e a todas as escolas que estão lutando pra fazer um belo espetáculo.”

Boa Vista

Independente de Boa Vista

Atual campeã do Carnaval de Vitória, a Independente de Boa Vista, foi a quarta escola a desfilar no Sambão do Povo. O enredo deste ano é “O pássaro de fogo traz a boa nova: É tempo de amar”, que retrata a lenda indígena das formações rochosas Mochuara, que fica na cidade sede da escola, Cariacica, e Mestre Álvaro na Serra com 1.300 componentes distribuídos em três alegorias, 2 tripés e 19 alas.

A lenda retrata uma bela história de amor da princesa indígena Jaciara e do jovem guerreiro Guaraci. E é lúdica a evolução de Cariacica, berço da agremiação Boa Vista.

O carnavalesco da escola, Robson Goulart, explica que o enredo tem a missão de transformar a alegria do carnaval em uma bandeira de esperança em dias mais fraternos e tolerantes. “Em tempos onde a intolerância tornou-se o grande ‘mal do século’ contamos a história de amor proibida entre jovens nativos de duas tribos que habitaram matas capixabas antes da chegada dos colonizadores. Além de prestigiar Cariacica e Serra”, relata ele.

MUG

MUG

A Mocidade Unida da Glória (MUG) chegou ao Sambão com luxo e potência abrindo baús, caixas e gavetas para trazer de volta objetos que acompanham as pessoas e se tornam importantes amuletos: os bonecos.

O exuberante abre-alas da escola entrou na avenida ilustrando o mito da criação, representando uma fábrica de bonecos que é puxada por leões, símbolo da agremiação, remetendo às antigas caravanas e guiadas pelo Gepeto.

A alegoria denominada “A Casa de Bonecas”, encantou o público ao brincar com diversas gerações, trazendo na alegoria referências infantis: Barbie e Ken, Playmobil e os personagens do filme Toy Story: Buzz Lightyear, Woddy e a boneca Jessie.

Na parte traseira, observando de perto a evolução da escola e a reação do público que foi ao delírio, estava a famosa boneca que fez sucesso mundial recentemente, através da série “Round 6”.

Unidos da Piedade

Unidos da Piedade

Escola de samba mais antiga do Carnaval de Vitória, a Unidos da Piedade foi a sexta escola do Grupo Especial a desfilar na madrugada deste domingo (10), cheia de brilho e elegância da realeza africana. A agremiação levou para avenida do Sambão do Povo o enredo “Da riqueza do café, sua força e majestade”, com 1.500 componentes, três carros alegóricos e 16 alas. 

Por problemas técnicos com um andaime da escola, o sinal demorou a ficar verde para a Piedade, que levou aproximadamente 40 minutos para entrar na avenida.

O compositor do samba-enredo, Jorge Caribé, explicou a motivação da escola para falar da bebida mais consumida do Brasil, o café, que é um produto importante para a economia do país e que compõe a mesa de muitos capixabas.

“A Unidos da Piedade escolheu voltar no tempo para lembrar de todo o sacrifício e suor dos negros, para o enriquecimento da família real com o trabalho escravo, e, mostrar que nada mudou”, relata ele. 

A comissão de frente foi composta por 12 pessoas, coreografias que remetem à chegada do café ao Brasil, composta, também, de baú e tapetes. 

Andaraí

Desfile Andaraí

Fundada em 1946,  a escola de samba Anadaraí, respeitando a tradição, estampa as cores verde e rosa em suas alegorias e adereços, juntamente com o seu brasão representado por uma coroa sobre uma serpente e um surdo.

Em homenagem à Santa Martha, a Andaraí compartilhou na avenida histórias e lendas sobre a comunidade do bairro. O enredo “Mulembá” estava na ponta da língua de todos os integrantes, que entraram no Sambão levantando à todos que ficaram até o último momento para assistir a escola.

A comissão de frente contou com 15 componentes, todos dançarinos profissionais. George Lucas, coreógrafo da comissão de frente, falou sobre a missão do grupo para esse desfile.” É o enredo que esse ano a escola conta, da árvore de raiz africana Mulembá, nossa comissão vai mostrar a história da árvore, do bairro, o milagre e os folclóricos que aparecem e muita dança pra animar esse povo a essa hora da manhã”, destacou.

Um dos destaques do desfile foi a dupla Weskley Blank e Alana Marques, 1º Casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira que brilharam na avenida cheios de simpatia e com uma coreografia impecável .

A verde e rosa encerrou os desfiles se despedindo dos foliões e deixando um gostinho de “quero mais” para o próximo ano.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -