quinta-feira, 19 de maio de 2022
20.9 C
Vitória

Bombeiros cravam vazamento de gás como causa de desabamento em Vila Velha

O desabamento de uma casa de três andares no bairro Cristóvão Colombo, em Vila Velha, completou uma semana na última quinta-feira (28). De lá para cá, equipes da Prefeitura e do Corpo de Bombeiros realizam a limpeza dos escombros e analisam as causas do desastre que vitimou três pessoas da mesma família. Para os bombeiros, é claro o motivo: vazamento de gás pôs o prédio no chão, matando pai, filha e neta.

A confirmação do que teria provocado o desmoronamento ainda não veio, mas os bombeiros não têm mais dúvidas, segundo o capitão Loreto. Resta agora identificar a origem desse vazamento. Peritos descartaram a hipótese de que ele tenha começado no kit gás do automóvel da família.

Sobrevivente de desabamento, Larissa Morassuti recebe alta de hospital

Na última quarta-feira (27), a única sobrevivente do desastre, Larissa Morassuti, de 37 anos, recebeu alta do Hospital Estadual de Urgência e Emergência (HEUE). Ela permaneceu internada desde que o prédio desabou, sendo que esteve em uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) por cerca de seis dias.

Larissa perdeu o pai, Eduardo Cardoso, de 68 anos, a irmã, Camila Morassuti Cardoso, de 34, e a sobrinha, Sabrina Morassuti Lima, de 15 anos. Eles morreram em meio aos escombros do edifício. A sobrevivente morava no segundo andar da casa.

“De repente, uma nuvem de poeira envolveu tudo”, relata vizinho de prédio que desabou

 

 

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -