quinta-feira, 5 de maio de 2022
31.6 C
Vitória

Obras na Terceira Ponte: população diz que objetos estão caindo e gerando risco para quem passa pelo local

Imagina você estar caminhando ou andando de bicicleta próximo ao píer da Enseada do Suá, um dos mais belos cartões-postais de Vitória e, do nada, uma peça, uma pedra ou mesmo um parafuso cai do céu? Isso não é um sonho, ou melhor, um pesadelo. É o que está acontecendo na obra de ampliação e construção da Ciclovia da Vida, na Terceira Ponte.

Pedestres, ciclistas e praticantes de atividade física relatam que peças estão caindo do canteiro de obras. Além disso, não escondem a insegurança e o receio de acontecer algum acidente.

O aposentado Ildomar de Castro, 53 anos, pratica corrida todos os dias e diz ficar agoniado quando passa por baixo da Terceira Ponte. “Até hoje não presenciei nada, mas a probabilidade de cair alguma peça lá de cima é muito grande. Com toda a certeza, alguma peça pode despencar e o estrago vai ser grande”, alerta.

“Até hoje não presenciei nada, mas a probabilidade de cair alguma peça lá de cima é muito grande. Com toda a certeza, alguma peça pode despencar e o estrago vai ser grande”, alerta Ildomar.

O casal Laudes Araujo, 60 anos, e Remilda Cunha, 56 anos, sai todos os dias de Jardim da Penha em direção à Enseada do Suá com suas bicicletas. Remilda menciona que não se sente mais segura naquele trecho de obras da Terceira Ponte: “No último final de semana comentei com ele: imagina se uma peça dessa cai na nossa cabeça? Isso pode machucar ou até matar. Como medida de precaução, acho que vamos ter que mudar nosso itinerário e passar a ir de bicicleta para o aeroporto”, destacou Remilda.

“No último final de semana comentei com ele: imagina se uma peça dessa cai na nossa cabeça? Isso pode machucar ou até matar. Como medida de precaução, acho que vamos ter que mudar nosso itinerário e passar a ir de bicicleta para o aeroporto”, destacou Remilda.

Insegurança

A aposentada Lucimar de Sousa Barros, 59 anos, acha arriscado passar pelo local: “Todos os dias vejo como anda a obra. No início fiquei uma semana sem caminhar. Hoje, ainda estou insegura em passar por aqui”.

Plataforma

Por nota, a Secretaria de Mobilidade e Infraestrutura (Simobi) informa que a segurança das obras de ampliação e Ciclovia da Vida da Terceira Ponte é fundamentada numa plataforma chamada de quick-deck, sendo que a montagem da estrutura metálica ocorre justamente sobre esta plataforma com o objetivo de que, caso alguma peça venha a cair, a mesma fique retida na plataforma.

Esta é uma plataforma de segurança que inclusive possui “linha de vida”, onde os trabalhadores prendem seus cintos de segurança para que em caso de queda possam ser resgatados. A Simobi informa ainda que vale destacar que todos os profissionais passam por treinamento para trabalhos em altura, baseado na Norma Regulamentadora 35. A equipe que atua na obra é treinada e especializada na montagem, trabalhando com cinto de segurança, trava-quedas e com as ferramentas e
peças sempre amarradas, minimizando os riscos de queda de materiais.

Também são utilizados dispositivos contra queda de quaisquer resíduos de demolição, com a preocupação tanto contra risco de queda e impactos ambientais. Outra medida que é realizada é a criação de caminho seguro para pedestres e isolamento preventivo da área de projeção das atividades, para o caso de possível falha humana e queda de materiais. A Semobi ressalta ainda que até o momento não há nenhuma ocorrência registrada relacionadas a acidentes ou queda de materiais.

A Semobi ressalta ainda que até o momento não há nenhuma ocorrência registrada relacionadas a acidentes ou queda de materiais.

Barulho

Alguns moradores do entorno reclamam de barulho, principalmente, à noite. A Semobi esclarece que parte dos serviços da obra de ampliação e ciclovia da vida precisam ser executadas no período noturno para minimizar impactos no trânsito. No trecho de Vitória, a execução da Ciclovia já alcançou a altura do mar, e em Vila Velha, o mesmo deve ocorrer nas próximas semanas, o que
deve reduzir gradativamente os ruídos gerados na execução dos trabalhos no entorno da ponte.

Para a inclusão das novas faixas, as pistas existentes vão ficar mais estreitas e as proteções central e laterais também serão estreitadas. As pistas laterais serão de uso exclusivo de transporte coletivo e passarão a ter 3,10 metros cada. Já as pistas no meio serão para automóveis e terão 2,80 metros cada.

Números

Extensão total da Terceira Ponte: 3.339 metros
Largura atual do Tabuleiro da Terceira Ponte: 18,3 metros
Largura do Tabuleiro da Terceira Ponte após as intervenções: 19,5 metros
Largura do Tabuleiro da Terceira Ponte + Ciclovia da Vida: 25,5 metros
Quantidade de faixas de rolamento atualmente: 4
Quantidade de faixas de rolamento após as intervenções: 6
Número aproximado de funcionários no pico da obra: 240
Quantidade de aço da Estrutura Metálica: 3.000 toneladas
Valor do Investimento: R$ 127 milhões

 

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -