quinta-feira, 5 de maio de 2022
31.6 C
Vitória

Jeanne Bilich: A Dama do Jornalismo Capixaba sai de cena

Jeanne marcou a história do jornalismo capixaba, atuando em diversos veículos de comunicação do Espírito Santo, inclusive, como apresentadora e editora na TV Vitória. Ela foi diagnosticada com câncer há cerca de três meses.
Escritora, jornalista, advogada, mestre em História pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e amante dos livros e das artes, Jeanne Figueiredo Bilich, 73 anos, morreu na manhã deste domingo (27), no apartamento onde morava, na Praia do Canto, em Vitória.
Jeanne havia sido diagnosticada com câncer de pulmão há cerca de três meses.
Segundo informações de amigos, após ser diagnosticada com a doença, Jeanne optou por ficar em sua casa com familiares, devido ao estágio avançado da enfermidade.
Jeanne marcou a história do jornalismo capixaba, atuando em diversos veículos de comunicação do Espírito Santo, inclusive, na TV Vitória, onde ocupou o cargo de editora chefe e de apresentadora da emissora entre o final da década de 1980 ao início dos anos 2000.
Jeanne atuou por quase 40 anos em vários veículos de comunicação do Estado, mas foi na Rádio Espírito, onde trabalhou por três décadas, que ela realizou seu programa de maior audiência chamado o “Amor Está no AR”. O programa de cartas de fãs originou um filme dirigido pelo seu grande amigo Amylton de Almeida.
Jeanne Bilich era a quinta ocupante da Cadeira 07 da AEL, que tem como patrono José Fernandes da Costa Pereira Júnior.
O velório de Jeanne Bilich ocorreu neste domingo, no Cemitério Parque da Paz, na Ponta da Fruta, em Vila Velha. Em seguida, o corpo foi cremado.
Para Fernando Machado, que atuou por diversos anos como diretor-geral da Rede Vitória de Comunicação, a morte de Jeanne é uma grande perda para o jornalismo.
“Ela foi uma jornalista muito competente e talentosa. Uma das pessoas mais eruditas que conheci e que tinha a capacidade de traduzir isso para linguagem comum. Ela lia dois ou três livros por dia e emprestava, com a linguagem popular, o seu conhecimento. É uma grande perda para o jornalismo e para os amigos”, lamentou.
Formação
Mestrado em História Social das Relações Políticas
2003 – 2005
Universidade Federal do Espírito Santo
Ano de Obtenção: 2005; Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.
Graduação em Direito
1971 – 1975
UNESC
FORMAÇÃO COMPLEMENTAR
2002 – 2002
Curso de História e Astronomia. (Carga horária: 15h). , Universidade Federal do Espírito Santo, UFES, Brasil.
2002 – 2002
Curso de História e Astronomia. (Carga horária: 20h). , Universidade Federal do Espírito Santo, UFES, Brasil.
1998 – 1998
Arte, Arquitetura e Ciência no Renascimento. (Carga horária: 40h). , Universidade Federal do Espírito Santo, UFES, Brasil.
1994 – 1994
Grego I. (Carga horária: 45h). , Universidade Federal do Espírito Santo, UFES, Brasil

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -