sábado, 21 de maio de 2022
23.9 C
Vitória

Frente fria chega hoje (21) ao Espírito Santo com chuvas e ventos moderados

Uma “forte frente fria” deve mudar o tempo no Espírito Santo nos próximos dias a partir desta segunda-feira (21), de acordo com um aviso emitido pelo Instituto Climatempo. A mudança vem junto com a chegada do outuno, que começou oficialmente no último domingo (20).

A aviso prevê a chegada da frente fria em todo o Sudeste, e diz que a frente fria teria força suficiente para avançar sobre todo o Espírito Santo, Sul da Bahia e Norte de Minas gerais, com grande concentração de umidade, o que deve favorecer nebulosidade e também chegada de chuvas.

De acordo com o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), para esta segunda-feira (21), o tempo fica instável no Espírito Santo, em função do fluxo convergente de umidade sobre o estado. A previsão é de chuva ao longo do dia em todas as regiões, sendo que a partir da tarde, as chuvas devem vir na forma de pancadas com trovoadas nas regiões Sul, Serrana, Grande Vitória e parte do Noroeste.

Além disso, a previsão é de ventos de moderada intensidade pelo Estado, podendo ocorrer algumas rajadas mais fortes entre o litoral Sul e na Grande Vitória. As temperaturas máximas estarão em declínio acentuado principalmente na metade Sul do Espírito Santo.

Na terça-feira (22), o tempo deve seguir instável no Estado, por causa do transporte de umidade vindo do Oceano Atlântico. A previsão é de chuva em alguns momentos do dia em todo o Espírito Santo, sendo menos frequente nas regiões Norte e Noroeste. O vento sopra com até moderada intensidade por todo o trecho litorâneo.

Na quarta-feira (24) o tempo deve permanecer instável no Espírito Santo por conta da presença da umidade trazida pelos ventos costeiros. Previsão de chuva em todas as regiões capixabas, sendo menos frequente por todo o Sul do Estado, inclusive na Grande Vitória, e na região Noroeste.

Outono

No último domingo, 20 de março, o Verão, estação mais esperada do ano para muitos, deu lugar ao Outono, que termina no dia 21 de junho. Algumas das principais características dessa estação são a redução gradual das temperaturas, bem como a diminuição do tempo de luz diária que costuma proporcionar entardeceres de muita beleza. Espera-se que as temperaturas possam cair durante esses três meses, depois de um Verão de muito calor no Espírito Santo.

Além das mudanças de temperatura, a estação é marcada pela maior incidência de ventos e pela diminuição da umidade do ar. Pode haver a formação de nevoeiros pela manhã, além da ocorrência de geadas e, em alguns casos, até mesmo precipitação na forma de neve.
Inicialmente, os dias e as noites têm a mesma duração, isto é, 12 horas. Na medida em que o Outono avança e vamos nos aproximando do Inverno, os dias vão ficando mais curtos e as noites mais longas.

De acordo com o coordenador de meteorologia do Incaper, Hugo Ramos, baseado em análises de resultados prévios dos modelos de previsão climática para o Espírito Santo, o trimestre (abril-maio-junho) de 2022 que corresponde ao Outono aponta para uma tendência de chuvas em torno da média.

Além disso, da mesma forma, as temperaturas devem manter um padrão de normalidade para esse trimestre, mesmo levando em conta a persistência do fenômeno La Niña até o final da estação, que poderia influenciar em um aumento da temperatura média no Estado.

“Por se tratar de uma estação de transição entre o Verão e o Inverno, o Outono traz consigo características de ambas as estações, com mudanças aceleradas nas condições do tempo”, explicou Hugo.

O metereologista ainda destacou que no Espírito Santo,o período que compreende a estação começa chuvoso e termina seco, e que há ainda uma diminuição das temperaturas devido à incursão de sistemas frontais acompanhados de massas de ar frio, que vão se tornando cada vez mais intensas, no decorrer da estação.

“A média acumulada de precipitação de chuva para a estação aqui no Espírito Santo fica entre 250 e 300 mm na Região Nordeste, 200 a 250 mm no extremo norte e no setor noroeste e entre 300 e 350 mm nas demais regiões capixabas, com máximos de até 450 mm nas vizinhanças de Alfredo Chaves. As temperaturas máximas médias ficam em torno dos 26 ºC na região Serrana e 31 ºC nas demais regiões. As temperaturas mínimas médias ficam em torno dos 16 ºC na Região Serrana e dos 21 ºC nas demais regiões”, ressaltou.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -