quarta-feira, 18 de maio de 2022
21.9 C
Vitória

Popó, a lenda do boxe, participa de seminário em Vitória

A lenda do boxe brasileiro, Acelino Popó Freitas, está em Vitória. O tetracampeão mundial em duas categorias diferentes de boxe, veio à capital capixaba, para ministrar um seminário e uma aula especial da modalidade, neste sábado (5), em uma academia na Praia do Canto.

A primeira vez que veio ao Estado foi em 2003, em uma passagem rápida, aqui mesmo nesta academia, em Vitória. 
 
“Agora voltei, para um novo seminário junto com um aulão de boxe, para mostrar aos alunos um pouco da técnica e falar sobre o esporte. Além disso, vou falar um pouco da minha trajetória, como me tornei quatro vezes campeão mundial de boxe. Não sei se os alunos vão aprender tudo em três ou quatro horas, mas eles podem absorver o que se pode melhorar. Isso pode fazer a diferença, em uma luta ou treinamento. Através da colocação ou movimentação de perna, a forma correta que se joga um golpe, se é mais fechado. Vamos dar algumas dicas para todos irem se aprimorando”, reforça Popó.
 
Durante a entrevista a MovNews, Popó falou sobre a repercussão positiva após a luta contra o amigo e humorista Whindersson Nunes, exibida no último Fantástico, dia 30 de janeiro. Além disso, o boxeador comentou sobre sua trajetória dentro do boxe, o esporte como inclusão social e o que espera do futuro do esporte. 
Durante a entrevista a MovNews, Popó falou sobre a repercussão positiva após a luta contra o amigo e humorista Whindersson Nunes. Imagem: TV MovNews
“A minha luta mais recente, e tem apenas alguns dias, foi com o Whindersson Nunes. Para mim, foi uma grande surpresa e umas das melhores lutas da minha vida. Ele tem nível e qualidade de boxe. Whindersson  é muito corajoso e talentoso também, não só como humorista, mas no ring comigo”, sorriu o boxeador. 
Repercussão 
“A repercussão desta luta com Whindersson  foi uma coisa estrondosa. Foi só ele pedi para as pessoas me seguirem, e em 10 minutos eu cheguei a 1 milhão de seguidores. Uma semana antes da luta eu tinha 517 mil seguidores em uma rede social. Hoje, estou com mais de três milhões. Estou me tornando um blogueiro, um digital influencer, é uma coisa nova para mim”, comentou. 
Próxima luta
“Após pedido de Whindersson Nunes, vou treiná-lo contra Logan Paul. Ele me disse: “Você vai estar comigo nesta luta”. Eu disse: “Vou ter maior prazer de treinar”. Vou dar uma ajustada nele. Afinal, são 32 anos de experiência no boxe e posso enxergar um pouco melhor”, disse.
Carreira 
Popó, iniciou sua carreira aos 14 anos como amador. Foi campeão baiano aos 14anos. Aos 16 anos, campeão Nordeste. Campeão Brasileiro aos 17 anos. Quando estava com 18 anos já era profissional. 
 * Medalha de Prata: Jogos Pan-Americanos de Mar del Plata- 1995
* Recorde Mundial: Maior sequência de nocautes até chegar a um título mundial: 21
* Três títulos de campeão mundial pela OMB (Organização Mundial de Boxe) e um pela AMB (Associação Mundial de Boxe),  em duas categorias de pesos diferentes (super-penas e peso leve).
* 29 nocautes consecutivos,
* Supercampeão Mundial de Boxe (honraria conquistada após dez defesas de cinturão).
“Tudo que tenho e sou é devido ao esporte. O esporte mudou minha vida, como muda a vida de um monte de gente, não só financeiramente, mas me incluiu socialmente. Eu mesmo sou um projeto social que deu certo. Isso é muito vantajoso. “Você” estar no esporte, ao invés de estar no crime, nas drogas ou em lugares ou com pessoas erradas. O melhor lugar é “você” estar praticando esporte, ou você estar em uma academia. Estar em um ring de boxe. Isso que vale a pena para a nossa vida  “, disse Popó.
Treino
“Todos os dias eu treino boxe pela manhã. Eu jogo bola, futevôlei. Lutar boxe é igual a andar de bicicleta: a gente não esquece”, menciona Popó. 
Dia do boxe
Como deputado, foi de sua autoria a lei que criou o Dia Nacional do Boxe, 26 de março, mesma data do aniversário do boxeador Eder Jofre. 
Família
Acelino Freitas nasceu numa família pobre, no dia 21 de setembro de 1975, em um bairro da periferia de Salvador, a Cidade Nova, localizado na região da Baixa de Quintas, filho de Niljalma Freitas e Zuleica. 
Recebeu da mãe o apelido com que se tornou conhecido, Popó, em referência ao barulho que o pequeno Acelino fazia quando mamava. Seu pai também era boxeador, assim como três dos seus irmãos. Luís Cláudio foi quem mais o incentivou a também ingressar na profissão.
Seminário
“Eu sou muito fã do Popó. A primeira vez que ele esteve já foi uma festa para todos. Teremos uma media de 70 participantes. Para todos nós temos ele é um ídolo”, disse o professor de kickboxing, Wallace Candido.
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -