quarta-feira, 18 de maio de 2022
21.9 C
Vitória

Aquaviário começa a operar no segundo semestre de 2022, diz Casagrande

O Sistema Aquaviário da Grande Vitória vai começar a operar no segundo semestre de 2022. A afirmação é do governador do Estado, Renato Casagrande (PSB), que acompanhou, na manhã desta terça-feira (18), o início da concretagem do atracadouro das embarcações, localizado no bairro Glória, em Vila Velha.

As obras tiveram início nesta terça (18). Imagem: Secom

“Em breve faremos a contratação da empresa que fará a prestação do serviço de transporte de passageiros e, no segundo semestre deste ano, teremos o Aquaviário funcionando”, disse Casagrande, sem precisar o mês de início do transporte de passageiros. Na sequência, encerrou a fala à imprensa no local com um “graças a Deus”.

Salvos os níveis de crença e decoro de cada um, a expressão do governador parece, em essência, a de qualquer morador de Vitória, Cariacica ou Vila Velha que precisa enfrentar o congestionamento diário das pontes que ligam esses municípios à capital.

A reativação do aquaviário foi promessa de campanha de Casagrande em 2018. Em julho do ano seguinte, veio a publicação do edital para contratação dos projetos da fase inicial de implantação do modal, considerado prioridade para a atual gestão. De acordo com o governador, a contratação da empresa que será responsável pela operação dos barcos e dos terminais de passageiros deve acontecer no próximo mês de fevereiro.

“O retorno do aquaviário é um sonho para muitos que já usufruíram do serviço. Estamos retomando agora para fazer esse sonho se tornar realidade”, frisou.

Desativado em 1998, o serviço não contemplava Cariacica. Agora, o município terá instalado um ponto fixo de embarque e desembarque de passageiros em Porto de Santana, onde as obras do píer já começaram. Os outros três – cuja construção deve ter, segundo o governo do Estado, início ainda neste ano – serão instalados na Prainha, em Vila Velha, e na Praça do Papa e na Rodoviária, em Vitória. O valor do investimento em cada estação é de R$ 1,5 milhão.

O sistema contará com quatro pontos fixos de embarque. Imagem: Secom

Mais de duas décadas depois de extinto, o Aquaviário voltará com outra novidade: integração ao Sistema Transcol. “Estamos concretando os píeres e na sequência iniciaremos os pontos fixos, que serão pontos de integração com o Transcol para facilitar a vida de uma parte da população que mora nessas regiões. Também incentiva o turismo, pois temos uma linda baía. O Aquaviário é uma obra aguardada, pois as pessoas relembram com saudade”, reconhece Casagrande, grato aos céus por vislumbrar a entrega do Sistema Aquaviário.

Entrave

Enquanto as obras do Sistema Aquaviário já começaram em Cariacica, com o terminal de passageiros de Porto de Santana, e em Vila Velha, com o atracadouro das embarcações na Glória, em Vitória o passo tem sido mais lento. Estão previstos dois pontos fixos para embarque e desembarque de usuários do serviço na capital, na Praça do Papa e na Rodoviária. No entanto, nada do projeto sair do papel.

Destoando dos outros municípios que serão contemplados no sistema, nos quais as licenças necessárias já foram concedidas, em Vitória, a Prefeitura exigiu um estudo de impacto de vizinhança. Em entrevista a uma rádio local no último dia 30 de dezembro, o prefeito Lorenzo Pazolini (Republicanos) defendeu que não se trata de falta de interesse, mas de adequação à legislação municipal.

Na ocasião, explicou que seus técnicos apresentaram os do governo estadual as condições impostas pelo Plano Diretor Urbano (PDU), aprovado na Câmara de Vereadores em 2018 e sancionado na gestão Luciano Rezende (Cidadania).

Segundo Pazolini, foi reconhecida pela área técnica do Estado a obrigatoriedade do estudo, a ponto de o projeto ter sofrido alteração no local previsto para receber um dos dois locais de embarque e desembarque de passageiros na cidade. Inicialmente, um deles seria na área próxima ao Porto de Vitória, mas foi transferido para as imediações da Rodoviária.

Ainda de acordo com o prefeito, foi sugerido um Termo de Comum Acordo entre as administrações para,  dar início às obras logo após a assinatura do documento. Por fim, assegurou que o Sistema Aquaviário é prioridade de sua administração.

 

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -