quinta-feira, 11 de agosto de 2022
22.7 C
Vitória

No pior dia da pandemia de Covid-19, Brasil registra 4.195 óbitos em 24 horas

Boletim do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) aponta que país acumula 336.947 mortes e 13.100.580 infectados pelo coronavírus

Em apenas 24 horas, o Brasil registrou 4.195 mortes por Covid-19 e superou todas as maiores marcas anteriores. Os dados são do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), que divulgou a atualização diária do Painel Covid-19 no início da noite desta terça-feira (6). O boletim aponta que o Brasil acumula 336.947 óbitos causadas pela doença e que sua letalidade está em 2,6%.

Ao todo, o país soma 13.100.580 casos registrados, dos quais 86.979 nas últimas 24 horas. A média móvel de óbitos em sete dias, que elimina as distorções entre os números dos dias úteis e do final de semana, volta a subir depois de quatro dias seguidos de queda e está em 2.757.

A região brasileira que mais tem casos e óbitos registrados é a Sudeste, com 4.778.420 contaminações e 150.251 mortes. Em seguida aparecem, respectivamente, Nordeste, com 3.000.707 casos e 71.749 óbitos; Sul, com 2.555.219 casos e 50.251 mortes; Centro-Oeste, com 1.387.531 casos e 31.220 óbitos; e Norte, com 1.378.703 e 33.476 mortes.

Estados

De acordo com o painel Covid-19 do Conass, São Paulo é o estado com maior número de mortes causadas pela doença, com 78.554 óbitos. Em seguida, vêm os estados do Rio de Janeiro, com 38.040 mortes, de Minas Gerais, com 25.795; do Rio Grande do Sul, com 21.018; e do Paraná, com 17.685.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -