Conheça a Mansão Vix, a casa para quem quer bombar nas redes sociais

Um reality show que proporciona interação do participante com seu público e o público dos outros moradores, rendendo então o aumento da popularidade na internet, patrocínios e prêmios

 Conheça a Mansão Vix, a casa para quem quer bombar nas redes sociais

São 25 pessoas selecionadas de acordo com suas atividades nas redes sociais – Crédito: Divulgação

Uma mistura de “Big Brother Brasil”, “De Férias com o Ex” e outros reality shows está se espalhando pelo país, reunindo influenciadores digitais em busca de mais seguidores e engajamento nas suas redes sociais, músicos querendo emplacar o hit do momento, gamers treinando e vencendo competições, humoristas arrancando risadas e demais escaladores do sucesso. Assim é a Mansão Vix, uma casa que proporciona interação do participante com seu público e o público dos outros moradores, rendendo então o aumento da popularidade na internet, patrocinadores e prêmios.

São 25 pessoas selecionadas de acordo com suas atividades nas redes sociais. Quanto mais seguidores, conteúdos criados que resultem em engajamento e o potencial de crescimento mais chances de entrar na casa. Lá dentro, provas e brincadeiras propostas pelos organizadores não culminam em eliminação, mas em prêmios e outras conquistas.

Esse ambiente para prosperar foi idealizado pelo empresário Bruno Barreto, de 32 anos. “Tive essa ideia porque vi que os reality shows estão muito em alta: Big Brother, A Fazenda, De Férias com o Ex. Eu venho de eventos, festas e, devido à pandemia, entrei nas lives, mas percebi que elas já estavam parando, não estavam mais ‘raipando’ (em alta, na moda), e vi que os reality shows estavam começando a bombar. Aí pensei: por que não fazer um reality show misturado com live? Fiz uma ‘mistureba’ e ainda botei uns gamers”, explica ele, que possui ainda cinco equipes de Esports.

Após vislumbrar esse cenário, Bruno encontrou uma iniciativa semelhante em na cidade de São Paulo, a Mansão Hype, com a qual já existe uma parceria para promover um intercâmbio de influenciadores. O primeiro a ingressar nessa troca praticamente quintuplicou o número de seguidores nas redes sociais, segundo o empresário.

“A gente mandou para lá um influencer, que começou na nossa mansão com 63 mil seguidores. Hoje, ele já está com 130 mil e só vai sair de lá quando tiver 300 mil para voltar pra nossa. Ele vai sempre tá na nossa mansão, que é o Vinícius. Essa mansão chamou ele, porque viu ele ‘raipando’. Essa mansão estava seguindo a gente pra buscar mesmo talentos e achou ele. Como ele tinha contrato comigo, a gente fez uma parceria. Vem agora o Bronx, que fez aquela série ‘Sintonia’, na Netflix”, anuncia.

O segredo para a multiplicação dos seguidores reside na apresentação de novos públicos aos participantes da Mansão Vix, que acabam seguindo os novos influenciadores que vão conhecendo à medida que as interações acontecem. Para não deixar todos apenas existindo em seus núcleos os organizadores criam provas e promovem ações beneficentes.

“Lá dentro a gente faz festas, jogos, brincadeiras, faz um momento de vivência. Também ajudamos pessoas, como por exemplo, campanha do agasalho. Cada integrante vai ter que levar os agasalhos que não usam, aí vamos um dia para entregar para os moradores de rua“, diz Bruno Barreto.

Alguns dos diferenciais da Mansão Vix para os reality shows tradicionais é a ausência das acirradas eliminações e também da obrigatoriedade de realização das tarefas domésticas. Os integrantes não precisam indicar pessoas para paredões ou iniciar conflitos por comida, roupa suja e outras atividades cotidianas, que ficam a cargo de profissionais contratados para desempenhar esses papéis. Além disso, o local oferece toda a estrutura necessária para criação de conteúdo, sem confinamento ou a conhecida distância das notícias do dia a dia.

“Não ficam confinados, mas é assim: tem influencer que não tem em casa a estrutura que a gente tem. Então ele fala: ‘não tenho piscina lá em casa, não tenho uma casa desse tamanho’. Eu boto toda a comida, bebida, água, luz, internet. Eu que banco a casa toda. Normalmente, na casa deles, não. Então eles preferem ficar aqui, não voltar pra casa. Alguns pegam alguns trabalhos devido á ‘raipada’ que dá na mansão, explode de seguidores, visualizações, aí vai fazer um trabalho fora, São Paulo, Rio, e depois acaba voltando. Isso é um sistema contínuo. Entra um e sai outro”, conta Bruno, acrescentando que todos são obrigados a fazer teste para detecção da Covid-19 antes de entrar na casa.

Já dentro da Mansão Vix, todos os membros são livres para fazerem seus trabalhos nos horários que bem entenderem. Além de criar e divulgar seus conteúdos, conviver e criar laços ou inimizades também faz parte do jogo. O criador do local assegura que já teve de tudo um pouco, inclusive os famosos beijinhos debaixo dos lençóis. “Isso aí tem todo dia praticamente (risos)”.

Expansão

Bruno Barreto, idealizador da Mansão Vix

A “casa dos influenciadores” chamou a atenção de pessoas de outras praças, desde potenciais sucessos das redes sociais a interessados em ter o reality show em suas próprias cidades. Com o crescimento do projeto, outras mansões nasceram seguindo a mesma fórmula da Mansão Vix, que apesar do nome fica em Nova Almeida, na Serra.

A matriz foi criada há menos de um mês, no dia 15 de junho. Hoje, já existe uma em Meaípe (Guarapari), lançada em 1° de julho, e na Barra da Tijuca (Rio de Janeiro), inaugurada em 5 de junho. A próxima deve estrear em dezembro, na cidade de Porto Seguro (Bahia).

“As regras são as mesmas para todos, só muda mesmo o local devido à logística. Por exemplo, o pessoal do Rio de Janeiro estava querendo muito, aí a gente montou a ‘Mansão Rio’. Aí os nordestinos também estavam querendo, então a gente montou na Bahia, em Porto Seguro. Lá a gente ainda não botou nome, mas, mas a gente tá pensando em chamar de ‘Mansão Verão’, para ficar dezembro, janeiro e fevereiro. Verão é Bahia, né?! Todo mundo vai querer ir”, anuncia.

Se o rápido crescimento fez brilhar os olhos de patrocinadores e sonhadores com o sucesso nas redes sociais e todas as benesses que o ramo pode proporcionar, também trouxe alguns transtornos. O principal deles: a esperteza de um hacker, que se aproveitou da fragilidade na segurança do Instagram da Mansão Vix.

“A gente contratou um gestor de rede social e ele criou um Instagram, fez uma senha muito fácil pra todo mundo do grupo ter acesso. A gente viu que estava crescendo muito rápido 100, 300, 600, 2 mil, 3 mil seguidores. Quando bateu uns 30 mil seguidores, hackearam a gente pra poder vender para alguém. Perdemos até o nome Mansão Vix, tivemos que botar Mansão Vix Oficial  no Instagram. Perdemos um instagram de 32 mil seguidores. O hacker que roubou da gente vendeu, e a gente conseguiu voltar com o nome Mansão Vix de novo. Em três dias deu 10 mil seguidores. Agora a gente está com cerca de 11 mil”, relata o Bruno, que se apresenta como empresário do ramo digital.

Vencidos os contratempos, a Mansão Vix tem hoje contratos com diversas empresas dos mais variados segmentos. O mesmo se dá com os participantes. Como muitos chegam ainda pouco conhecidos, é necessário prestar assessoria jurídica para concluir negociações por patrocínios, gerenciar a carreira e calcular os próximos passos.

“A gente tem um contrato de três meses com o participantes. A gente é meio que um agente, fecha contratos, ajuda juridicamente, dá todo suporte pessoal. Lá dentro tem gestor de tráfego, de carreiras, toda uma equipe profissional que dá suporte para o influencer, o cantor. Depois dos três meses teria que renovar contrato. São patrocinadores de bebidas, restaurantes, biquínis, transportadoras. Tem também empresa de odontologia, que tá cuidando do pessoal da casa. Sai todo mundo renovado, bonito de lá”, discorre.

Quem já segue um cantor aspirante ao sucesso, uma influenciadora dando os primeiros passos, um gamer com potencial para entrar em grandes equipes pode acompanhar o desenvolvimento de seus favoritos nas redes sociais dos próprios ou nos canais da Mansão Vix no Instagram ou no YouTube. Há, contudo, particularidades nos dois meios.

“Pela mansão vai ver o lado que a mansão quer mostrar, não o que o influencer mostra. Vê a influencer preferida sem maquiagem, depois se maquiando, dormindo, acordando, na festa, tomando banho, na festa já um pouco animada, coisa que não mostra no Instagram. Então você vê o dia a dia do seu influencer na real. Hoje a gente não tem câmera fixa, mas temos móveis. Os cinegrafistas ficam andando pela casa filmando uma treta, um romance”.

Recrutamento

O processo de seleção dos participantes da Mansão Vix começou de uma forma e, com o sucesso da empreitada, precisou ser modificado. Antes do lançamento a procura por talentos acontecia em buscas principalmente no Instagram e no Tik Tok, vasculhando os conteúdos criados, pesando a quantidade de seguidores, curtidas, comentários e engajamentos analisando e o potencial de crescimento. Agora, a situação se inverteu, segundo Bruno Barreto.

“A gente teve que lançar uma inscrição. Claro que a gente vai continuar olhando o Instagram dos outras redes para sempre botar pessoas que a gente quer ver lá, mas essas pessoas da inscrição vão ser priorizadas”, garante o empresário, que continua. “Vamos pesquisar seu YouTube, tudo. Se não tem o perfil, deixamos para uma próxima. Todos ficam arquivados para na hora em que explodir, podendo não ter muito seguidor, mas às vezes você é ‘raipado’, está crescendo rápido, a gente vai botar você lá. A gente vai fazer você se tornar um influencer. Uma academia pra virar gamer, influencer, lançar música. Não é um cantor famoso, mas tá com uma música boa, quer mostrar? Se inscreve que você pode estar lá na casa”.

No perfil oficial da Mansão Vix no Instagram está um link para se inscrever. Ao custo de R$ 15 os pretendentes a estrela das redes sociais garante seu nome na lista. Como as vagas são poucas, a inscrição é permanente. Quem não for selecionado fica em um banco de cadastrados, o que garante a oportunidade de ser um morador da casa à medida que os atuais residentes deixarem o local.

Além de entrar na lista de espera, os inscritos concorrem a prêmios, mesmo se morarem em outros estados. “Vai ter sorteio de uma moto elétrica, um iPhone 12 e também de uma vaga na mansão. Você pode ser premiado ou ganhar uma entrada lá com tudo pago. Pode até ser de outro lugar, que a gente vai pagar seu avião, na ida e na volta, pegar você no aeroporto. Só leva a roupa, porque tudo na casa é bancado pela gente”, afirma.

Por fim, Bruno Barreto ressalta a satisfação dos integrantes do reality show. “Eles ganharam muitos seguidores, todos eles. Ganharam muitos presentes dos patrocinadores, estão ganhando patrocínios novos, convites para propaganda. Eles todos estão felizes quanto a isso, tanto que todos eles queriam voltar, só que a gente não tem espaço para todos, então a gente tá selecionando, botando em votação. Dia a dia a gente bota em votação pra galera escolher quem que quer que volta. A gente quer dar espaço para outros também né?!” conclui.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *