terça-feira, 9 de agosto de 2022
22.7 C
Vitória

Franco Pacenti

Em se tratando de vinho italiano vou confessar a minha predileção por eles.
Esta preferência não tem nada a ver com minha descendência italiana, trata-se
de reconhecimento e de oportunidades em degustar os vinhos produzidos na
Itália, aliás, o velho mundo ainda é imbatível na produção da bebida do deus
Baco e Dionísio.
Recentemente degustei um vinho agradável, saboroso e surpreendente, o
Franco Pacenti Brunello di Montalcino 2014. Este vinho é classificado como
DOCG – Denominazione di Origine Controllata e Garantita – produzido na
vinícola Franco Pacenti, em Montalcino, região da Toscana, Itália.

Uma história de família desde 1966

‘’Nascido e criado nesta realidade onde trabalho e família são um só. Eu tentei
passar para meus filhos a forte ligação com as nossas tradições e os valores
que nos unem a esta terra que nos dá muito, mas também exige muito’’.
Franco Pacenti.

A adega é hoje liderada pela terceira geração da família Pacenti. Lorenzo, Lisa
e Serena herdam a paixão e a vocação de seu pai Franco Pacenti. Os três
irmãos esperam renovar valores e tradições, recebidos do avô Rosildo, que
iniciou a atividade na década de 1960.

‘’Qualidade de um grande vinho, nascido nas vinhas, valorizando o terroir’’.
Lorenzo Pacenti.

Bom, leitores, depois desta breve história da família Pacenti, vamos falar sobre
o vinho que tive a satisfação de degustar.

O vinho Franco Pacenti Brunello di Montalcino 2014, 100% da uva Sanviovese,
tem 13,5% de graduação alcoólica por volume. É mais bem apreciado na
temperatura entre 16ºC e 18ºC. Sua harmonização ideal é com carnes
vermelhas, inclusive as de caça com molhos intensos. Também pode ser
acompanhado por queijos marcantes, como o Pecorino, o Parmigiano
Reggiano e o Grana Padano.

O Brunello é um vinho icônico, tanto na Itália quanto no mundo. Para receber
esta classificação tem que ser produzido com 100% da uva Sangiovese. É um
vinho envelhecido em barricas de carvalho francês. De aromas e sabor
complexos, mas elegante e fácil de beber. Resultados obtidos pelo tempo nas
cavas da vinícola antes de ser comercializado.

Uva Sangiovese

Vale, ainda, ressaltar a respeito do rótulo do vinho. A exemplo dos rótulos
franceses, geralmente as uvas não são informadas, a região produtora do
vinho é que determina, revela os tipos de uvas que compõem o vinho. Brunello
di Montalcino impresso no rótulo, significa que o vinho é da região da Toscana
e 100% da uva Sangiovese.

Bem, caro leitor, descendente de italiano ou não, você não deve prescindir de
abrir uma garrafa do Franco Pacenti Brunello di Montalcino 2014 e degusta-lo
com os pratos sugeridos para harmonização. Seguindo estas dicas os aromas
e sabores deste vinho irão surpreendê-lo.

Evite o consumo excessivo de bebida alcoólica. Até a próxima semana!

- Publicidade -

6 COMENTÁRIOS

  1. Querida Líbia, realmente os vinhos europeus estão algumas centenas de anos a nossa frente. Ah e o quê falar mais sobre o Brunello? Prefiro degustar cada vez mais.
    Obrigado pelo comentário.
    Paulo Angelo.

  2. Querido sobrinho muito obrigado pelo comentário.
    Lembra-se deste vinho? Degustamos em sua casa.
    Continuo fã dos vinhos italianos.
    Paulo Angelo.

  3. Grande poeta e amigo, Ítalo.
    Pode e deve seguir as dicas da coluna. Também sou particular apreciador da bebida do deus Baco e Dionísio, principalmente, dos vinhos italianos.
    Tenho certeza que sua aventura será doce e agradável ao se encontrar com este néctar.
    Paulo Angelo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -