sexta-feira, 24 de junho de 2022
23.3 C
Vitória

Angelo, um vinho familiar

Na Europa existem centenas, milhares de produtores que fabricam bons, ótimos e excelentes vinhos, tanto tinto, quanto branco, rosé e espumante (Prosecco). Mas, foi na Itália, terra dos meus ancestrais, que encontrei uma região, um produtor e um vinho com o meu sobrenome.

A região italiana chama-se Sant’Angelo, onde existe uma das mais antigas vinícolas de Montalcino que produz um vinho icônico, o Lisini Brunello Di Montalcino. O produtor Donato D’Angelo faz o vinho Aglianico Del Vulture, outro excelente vinho italiano.

O vinho que tem o meu nome de família é o Angelo Montepulciano D’Abruzzo. Produzido e engarrafado na Cantine di Priocca.

Um vinho DOC – Denominazione Di Origine Controllata. Este vinho com bom corpo e estrutura tem notas de ameixa e amoras silvestres, 13% de teor alcoólico por volume, harmoniza com massas, carnes vermelhas e queijos envelhecidos. A temperatura ideal de serviço é entre 16ºC e 18ºC. Este vinho vale cada centavo investido.

Caro leitor, um vinho caro ser bom não é nenhum mérito, é obrigação. Por isso costumo orientar aos apreciadores de vinho para que pesquise muito na internet e gaste sola de sapato visitando wine store tanto no Brasil quanto no exterior. A pesquisa é sempre importante porque há vários vinhos no velho e novo mundo com excelente custo e qualidade.

Então, caro leitor, um brinde ao Dia Mundial do Meio Ambiente comemorado no próximo dia 5 de junho.

Beba com moderação.

Até a próxima!

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -