quarta-feira, 18 de maio de 2022
25.9 C
Vitória

O gambito do Rei

Desde que mundo é mundo, por mais que as guerras fossem (e são) uma tragédia, causadoras de muitas dores e angústias, por trás de todas elas sempre houve um interesse (vamos ser educados) escuso, disfarçado, encoberto.

Fossem eles, de uma simples megalomania até (na sua maioria) muita grana envolvida. Desde a primeira guerra, quando Caim matou Abel, até hoje os interesses financeiros sempre foram motivos mais que “justos” para desencadear uma revolta.

É verdade que nas últimas décadas, as armas ficaram mais poderosas e isso, de certa forma, tem reduzido significativamente os arroubos malucos dos tiranos de plantão. Mas, e quando os tiranos de plantão estão com a corda em seu pescoço? Eles agem como sempre agiram desde o império assírio ou babilônico.

E é isso que está acontecendo com o Putin. Se não bastassem as crises internas para acomodar todo um establishment corrupto para se garantir no poder como imperador por tantos anos, essa pandemia acabou secando muitas “fontes”, internas e externas. Para ajudar na tragédia, a Rússia está enfrentando um dos piores invernos dos últimos 30 anos e a neve insiste em não ir embora.

A coisa está tão complicada que até a venda do carro chefe da indústria bélica russa, o fuzil Kalashnikov, caiu mais de 40%. Isso porque o Kalashnikov “made in China” custa mais barato e as republiquetas africanas estão preferindo o “ching ling” ao original.

Qual foi a jogada do Sr. Putin? Vamos fazer uma guerra. Russo gosta de guerra. São capazes de enfrentar frio abaixo de 40 graus só para dar uns tiros de fuzil e tomar muita vodca. Isso os faz esquecer as desgraças da vida. Mas fazer uma guerra não é assim tão simples.

O jeito foi combinar com o inimigo. Quem melhor do que a Ucrânia para fazer uma guerra? Na verdade, é como uma briga de irmãos pelo direito de cobrar mais caro pelo petróleo e o gás que mandam para a Europa. E nós achando que os coronéis do nordeste eram mais espertos.

Com a mídia louca para encontrar um outro assunto, pois ninguém aguenta mais falar de covid, a guerra do Putin caiu como luva de pelica. Com isso o petróleo sobe de preço e a Rússia, maior produtor mundial, consegue aumentar suas receitas. A Ucrânia, por tabela, aumenta o gás que manda para a Europa e fica feliz com o reforço de caixa.

A Europa perde receita, ganha mais inflação e deixa esses políticos xuxu sem ação. A cereja do bolo é que a China, eterno amigo inimigo da Rússia, vai ter que gastar a grana com a venda das kalashnikov ching ling, pagando petróleo mais caro. Fala a verdade, esse Putin é mesmo um grande estrategista, um verdadeiro “gambito do rei”.

Eu sei, o resto do mundo vai pagar caro pela brincadeira do Putin, mas ele estava sem opção: ou arranjava mais grana para pagar toda a corrupção interna, ou poderia não ser eleito para mais 100 anos no poder.

Nessa brincadeira toda, para provar que Deus é brasileiro e não está nem aí para toda essa confusão, vai o Bolsonaro se encontrar com o Putin, para garantir que pelo menos parte da grana que ele vai ganhar da Europa seja usada para comprar comida e carne que os russos vão comer em 2022.

Isso é que é sorte e, de tabela, deixa o Biden chateado e o Macron falando sozinho. Esse é o Gambito!

Joe Conti é engenheiro, consultor de negócios, escritor e empresário

Joe Conti ([email protected])

Gambito do Rei

https://movnews.com.br/colunistas/joe-conti/2022/01/a-furia/

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -