domingo, 14 de agosto de 2022
21 C
Vitória

Eclipse Lunar ocorre neste domingo. Veja o horário e como observá-lo

“Deixa eu querer voar, enfrentar meus problemas. Eu mirei na Lua e acabei acertando as estrelas. Ainda não me acostumei. A ter toda a tua beleza entre os meus versos”. O refrão da música “A Tal Canção Pra Lua”, do cantor Vitor Kley e participação de Samuel Rosa, serve de inspiração para quem gosta de apreciar o eclipse lunar, que vai acontecer entre a noite deste domingo (15) e madrugada de segunda-feira (16).

Durante o espetáculo acontecerá um alinhamento entre o Sol, a Terra e a Lua, nesta sequência. Para os amantes de constelação, isso poderá ser observado no céu, desde que não haja nuvens encobrindo a Lua. A previsão do espetáculo começar é às 23h28.

Muitas pessoas podem estar se perguntando, mas o que é eclipse? No campo da astronomia, é normalmente definido como o fenômeno em que um astro deixa de ser visível total ou parcialmente durante um período limitado de tempo em razão da presença de outro astro entre ele e o seu observador ou pela sobreposição de uma sombra em um corpo celeste que não possui luz própria.

Os eclipses mais conhecidos são os eclipses do sol e da lua. Apesar disso, também é possível observar eclipses de satélites de outros planetas, como Júpiter e Saturno, por exemplo.

A fase total do eclipse, quando a Lua ficará totalmente encoberta pela sombra da Terra, terá início à 00h29 e terminará por volta de 01h54 da segunda-feira, durando cerca de 1h25min. Após esse período de totalidade, a Lua ainda permanecerá parcialmente eclipsada até às 02h55. No início do eclipse, a Lua estará aproximadamente no meio do céu, sendo facilmente visível, se não houver nuvens.

“Acredito que será muito lindo este espetáculo. Gostaria muito de assistir com meu marido, apesar de não sermos místicos. Acredito que as fases da Lua tenham interferência no nosso dia a dia, seja para sermos pessoas melhores ou quem sabe financeiramente também”, disse a técnica em saúde bucal, Mônica Vilete.

O professor Sérgio Mascarello Bisch, membro do Departamento de Física da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e diretor técnico-científico do Planetário de Vitória, dá dicas de como observar esse fenômeno.

“Ao contrário de um eclipse solar, que requer equipamentos e cuidados especiais para uma observação segura, um eclipse lunar pode ser observado a olho nu por qualquer pessoa, com toda a segurança. O uso de binóculos ou de um pequeno telescópio podem tornar a observação mais interessante, mas o espetáculo é belo e cativante mesmo quando observado a olho nu”.

Além disso, o eclipse deste domingo poderá ser observado não apenas no Brasil, mas em vários locais: na América do Sul e América Central, parte da América do Norte, parte da Europa e parte da África.

 

 

 

 

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -