Projeto na Serra identifica 715 jovens fora do sistema educacional no município

73836

 Projeto na Serra identifica 715 jovens fora do sistema educacional no município

Foto: Divulgação/ONG Territórios em Rede

O Projeto Territórios em Rede, que tem o objetivo de reinserir e reestabelecer o vínculo de crianças e adolescentes de 4 a 17 que estão fora da escola, especialmente no contexto atual de pandemia da Covid-19, está sendo implantado na Serra. A proposta, é uma uma iniciativa da Fundação Vale em parceria com a Cidade Escola Aprendiz e a Prefeitura do município.

Com duração de 30 meses, o projeto faz parte de uma ampla estratégia de desenvolvimento territorial do município, tendo como norte o direito à educação. Até o momento, 715 crianças e adolescentes foram cadastrados no projeto que já está em andamento. Além disso, 2.099 acompanhamentos, 1.508 visitas domiciliares e 2.413 contatos telefônicos foram realizados.

Uma equipe com 10 profissionais é responsável por realizar a busca ativa de crianças e adolescentes no município, orientada por um diagnóstico social detalhado do território e por dados que apontam os locais mais prováveis para identificar meninos e meninas que não estão estudando. A partir das visitas domiciliares, o público é cadastrado e iniciam-se as mediações com diversos serviços públicos e organizações da sociedade civil.

Foto: Divulgação/ONG Territórios em Rede

“É fundamental que a gente possa desenvolver iniciativas e políticas que trabalhem essa questão da busca ativa escolar e que possam criar as condições necessárias para que essas crianças, adolescentes e jovens que estão em situação de vulnerabilidade social sejam amparados e tenham o direito garantido”, afirma Natacha Costa, diretora da Associação Cidade Escola Aprendiz, organização da sociedade civil responsável pela implementação do projeto na Serra.

O secretário de Educação da Serra, Alessandro Bermudes, destacou que o Territórios em Rede é uma iniciativa recebida com muita alegria pelo município, uma vez que esse momento de pandemia deixou a situação do ambiente escolar delicado.

“Sabemos das dificuldades de muitas famílias em manter seus filhos estudando de forma remota. Essa parceria da Fundação Vale chega em boa hora e nos ajuda a criar meios de minimizar a evasão escolar e manter nossas crianças e alunos matriculados e frequentando as aulas. Nós, moradores da Serra, nos sentimos privilegiados por ser o segundo município do Brasil a receber essa atenção tão especial”, disse o secretário.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *