Ao mestre com carinho

 Ao mestre com carinho

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Logicamente, todos nós conhecemos a realidade e entendemos que o mundo deu muitas voltas, vários costumes caíram em desuso, muitos hábitos foram colocados em segundo plano, além do fato de as pessoas não exercitarem os bons hábitos referentes ao respeito e à educação. Muitas pessoas enxergam como “caretice” manter os hábitos referentes às boas maneiras, o respeito aos mais velhos, a entender e respeitar a hierarquia em todos os círculos que frequentamos.

Eu trago na lembrança vários professores que passaram pela minha vida, e lembro com prazer de cada ensinamento chave que cada um deles deixou em minha formação, o quanto contribuiu para a minha construção enquanto pessoa e profissional.

Em diferentes fases da minha vida, diferentes profissionais, diferentes contribuições que carrego comigo e reverencio esses profissionais a cada vez em que coloco em prática os ensinamentos absorvidos. Todos, indistintamente, são merecedores do meu mais absoluto respeito e consideração. 

Considero muito gratificante ter passado por várias experiências inegáveis de absoluto trabalho de desenvolvimento humano!

Obviamente, no desenrolar da minha vida profissional, eu também fui e sou professora em várias situações, tendo alunos de diferentes idades e graduações. 

Felizmente, eu sempre colhi meus bons frutos resultantes da minha dedicação aos alunos. Me sinto privilegiada em ter contribuído para o crescimento de várias pessoas e ter deixado a minha marca na vida delas.

Em todos os níveis, os professores são os pilares que alicerçam várias carreiras promissoras, grandes governantes, excelentes cirurgiões, pessoas sem as quais o mundo estaria completamente perdido! 

Sim, essas pessoas foram treinadas, orientadas, moldadas por ilustres professores que seguem anônimos pela vida, enquanto seus alunos vão despontando em grandes carreiras.

Diante das mudanças ocorridas em função da pandemia, a vida desses profissionais mudou absurdamente, eles precisaram enfrentar muitas adversidades, foi necessário se reinventar e tentar se adequar aos novos formatos das aulas, contornando todas as dificuldades e carências dos alunos que, também enfrentaram enormes dificuldades de adaptação ao momento de isolamento, à nova realidade diária, e os efeitos psicológicos da pandemia sobre a vida e os sentimentos dessas crianças.

Neste momento de um suposto relaxamento de todas essas proibições e dificuldades, podemos tirar um tempo e voltar nossos olhares para esses professores, render homenagens e aplaudir todos, indistintamente!

Parabéns professores!

Com muito carinho!  

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *